A integração do saber nas práticas de análise de alimentos Uma proposta de ensino no contexto da educação profissional e tecnológica

Conteúdo do artigo principal

Claudia Veloso
https://orcid.org/0000-0002-0880-8659
Wallysonn Alves de Souza
https://orcid.org/0000-0002-2966-8130
Rivadavia Porto Cavalcante
https://orcid.org/0000-0002-6568-7910

Resumo

Esta pesquisa foi realizada a partir da aplicação de um produto educacional, elaborado sob o suporte teórico das bases conceituais da Educação Profissional e Tecnológica, para o direcionamento dos estudantes no trabalho de analisar os alimentos. A proposta de ensino apresenta-se como uma possibilidade para se desenvolver o aprendizado das análises de alimentos em cursos técnicos integrados na área da produção alimentícia, tendo como princípio a formação integral, construída na totalidade dos conhecimentos científicos e tecnológicos. Deste modo, o objetivo do trabalho foi aplicar e avaliar uma metodologia de ensino na análise cotidiana de alimentos, integrando e inter-relacionando conhecimentos teórico-práticos de forma interdisciplinar. Para estudar esta realidade prática e descrever os eventos materiais, realizou-se uma pesquisa quantitativa descritiva, de natureza aplicada. Seguindo uma metodologia exploratória, os dados foram organizados em gráficos e tabelas. A aplicação da sequência didática possibilitou a integração de diferentes disciplinas pela contextualização dos conteúdos às análises trabalhadas. Além disso, contribuiu para que os alunos pudessem ter a percepção de como as diversas operações que compõem as análises de alimentos podem influenciar-se mutuamente, proporcionando assim um aprendizado menos fragmentado e mais significativo. Os resultados indicaram que a sequência didática orientada na integração dos procedimentos operacionais foi um instrumento eficaz no processo de ensino aprendizagem das práticas de análise de alimentos e de conhecimentos da base geral.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
Veloso, C., Alves de Souza, wallysonn, & Cavalcante, R. (2023). A integração do saber nas práticas de análise de alimentos : Uma proposta de ensino no contexto da educação profissional e tecnológica. Metodologias E Aprendizado, 6, 723–739. https://doi.org/10.21166/metapre.v6i.4144
Edição
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Wallysonn Alves de Souza, https://orcid.org/0000-0002-2966- 8130

Possui graduação em Matemática pela Universidade Católica de Goiás (1999), mestrado em Matemática pela Universidade Federal de Goiás (2004) e doutorado em Engenharia Elétrica pelo UNESP (2013) - Campus de Ilha Solteira. Atualmente é professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Tocantins - Campus Palmas. Tem experiência na área de Matemática e de Controle, no estudo de projeto de controladores robusto chaveado para sistemas não lineares descritos por modelos fuzzy Takagi-Sugeno.

Rivadavia Porto Cavalcante, Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Tocantins

Doutor em Linguística e Práticas Sociais pela Universidade Federal da Paraíba ? (PROLING/UFPB). Estágio de Doutorado Sanduiche (PDSE/CAPES) - Boursier d?excelence - pela Universidade de Genebra (UNIGE), Suíça. Mestre em Linguística e Práticas Sociais (PROLING/UFPB), Especialista em métodos para o Ensino/Aprendizagem da língua inglesa pela Faculdade de Educação São Luiz, Jabotical/SP e em Docência Universitária pela Universidade Estadual de Goiás (UEG). Licenciado e Bacharelado em Letras pela Universidade Federal de Goiás (UFG). Atua como Pesquisador de práticas sociais da lingua(gem) e dos gêneros discursivos que as representam, com ênfase em Linguística Aplicada e Políticas Linguísticas no Programa de Pós-graduação em Educação Profissional e Tecnológica. Docente e Tradutor (Inglês/Francês) com experiência em gestão de projetos para cooperação e parcerias internacionais. Lider do Grupo de Estudos em Lingua(gem), Interação e Representações nas Práticas Formativas (GELPRAC/IFTO), Membro do Grupo de Estudos em Letramentos, Interação e Trabalho (GELIT/UFPB) e do Núcleo de Estudos de Políticas e Educação Linguística (NEPEL/UFPB) cadastrados no CNPq.

Referências

AUSUBEL, D. P. Aquisição e retenção de conhecimentos: uma perspectiva cognitiva. Lisboa: Plátano, 2003.

BARBOSA, N. S; MARIANO, R. G. B; OLIVEIRA, J. M. S. Padronização das Atividades Operacionais e Analíticas dos Laboratórios do Setor de Agroindústria. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS. Anais Eletrônicos. Gramado, 2016

CECCHI, H. M. Fundamentos teóricos e práticos em análise de alimentos. 2. ed. Campinas: Editora Unicamp, 2003.

DINIZ, E. M.; TOMAZELLO, M. G. C. Um estudo sobre o tema biodiversidade em livros de ciências do ensino fundamental. In: ENCONTRO DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO AMBIENTAL, 3., 2005, Ribeirão Preto. Anais. Ribeirão Preto: USP, 2005. p. 1-15

DALCHIAVON, R; FRIEDRICH M. T. A Importância das Análises FísicoQuímicas na Indústria de Alimentos. In: VII SIMPÓSIO DE ALIMENTOS PARA A REGIÃO SUL. Passo Fundo. 2011.

DOLZ, J; NOVERRAZ, M; SCHNEUWLY, B. Seqüências didáticas para o oral e a escrita: apresentação de um procedimento. . In: SCHNEUWLY, Bernard.; DOLZ, Joaquim. e colaboradores. Gêneros orais e escritos na escola. [Tradução e organização: Roxane Rojo e Glaís Sales Cordeiro]. Campinas-SP: Mercado de Letras, 2004.

FRIGOTTO, G.; CIAVATTA, M.; RAMOS, M. A Gênese do decreto n. 5.154/2004: um debate no contexto controverso da democracia restrita. In: FRIGOTTO, G.; CIAVATTA, M.; RAMOS, M. (org) Ensino Médio integrado: concepção e contradições. São Paulo: Cortez, 2005.

FRIGOTTO, G; CIAVATTA, M; RAMOS, M. (org.). Ensino Médio Integrado: Concepções e contradições. São Paulo: Cortez, 2012.

IAL - INSTITUTO ADOLFO LUTZ. Métodos físico-químicos para análise de alimentos. 4 ed. São Paulo: Instituto Adolfo Lutz. 2008. 1020p.

LEFF, E. Saber ambiental: sustentabilidade, racionalidade, complexibilidade e poder. Petrópolis: Vozes, 2001.

MACHADO, A.H.; MORTIMER, E.F. Química para o ensino médio: fundamentos, pressupostos e o fazer cotidiano. In: ZANON, L.B.; MALDANER, O.A. (Orgs.). Fundamentos e propostas de ensino de química para a educação básica no Brasil. Ijuí: Unijuí, 2012, p. 21-41.

MARX, K. Introdução 1857. In:. Contribuição à Crítica da Economia Política. Tradução de Florestan Fernandes. 2. ed. São Paulo: Expressão Popular, 2008.

MOREIRA, M. A. Teorias de aprendizagem/Marco Antonio Moreira. - 2. ed. (Reimpr.). São Paulo: E.P.U.,2019.

MORIN, E. Os sete saberes necessários à educação do futuro. 8ª ed. São Paulo: Editora Cortez; Brasília, DF: UNESCO, 2003. 117p.

MOURA, D. LEITE FILHO, D. A reforma do ensino médio: Regressão de direitos sociais. Revista Retratos da Escola, Brasília, v. 11, n. 20, p. 109-129, jan./jun. 2017. Disponível em: http://retratosdaescola.emnuvens.com.br/rde/article/view/760. Acesso em 12 de outubro de 2022.

NASCIMENTO, G. dos S.; SOUZA, M. E. S. de S. A visão holistica da educação: da fragmentação à totalidade.Interletras. Volume 3, Edição número 19. Abril - setembro de 2014.

OLIVEIRA, M. R. N.; BURNIER, S. Perfil das licenciaturas nos institutos federais de educação, ciência e tecnologia. In: CUNHA, D. M. et al. (org.). Formação/ profissionalização de professores e formação profissional e tecnológica: fundamentos e reflexões contemporâneas. Belo Horizonte: Editora PUC Minas, 2013. p.145-166

RAMOS, M. Concepção do ensino médio integrado à educação profissional. Natal: Secretaria de Educação do Estado do Rio Grande do Norte, 2007.

SILVA, R. R.; RAZUCK, R. C. de S.; TUNES, E. Desafios da escola atual: A educação pelo trabalho. Química Nova, v.31, n.2, p. 452-461, 2008.

SILVA, C. J. R. (org.). Institutos Federais LEI 11.892, de 29/12/2008: comentários e reflexões. Natal, Editora do IFRN, 2009.

SILVA, Neusely da. et al. Manual de métodos de análise microbiológica de alimentos e água. 4.ed. São Paulo: Varela, 2010. 624 p.

VICELLI, G. Adequação de um laboratório de microbiologia de alimentos aos requisitos da norma NBR ISSO/IEC 17025. TCC. Universidade do Oeste de Santa Catarina. Videira, 2013. 27p.

ZABALA, A. A Prática Educativa - como ensinar. Porto Alegre: Artmed, 1998.