Análise de conteúdo: Considerações epistemológicas e aplicações nas pesquisas empíricas em Direito

Conteúdo do artigo principal

Hugo Paiva Barbosa
https://orcid.org/0000-0003-0465-7555
Waleska Marcy Rosa
https://orcid.org/0000-0002-0316-2166

Resumo

O objetivo dessa pesquisa foi a verificação do uso da metodologia da análise de conteúdo nas pesquisas em direito e a demonstração da possibilidade de aplicação dessa como método científico empírico na área. Para tanto, foi feita uma reflexão sobre em qual momento se encontra a pesquisa empírica no campo científico jurídico e alguns caminhos a serem percorridos. Além disso, foi feita uma construção conceitual consoante os principais autores expoentes do método da análise de conteúdo para a análise do rigor científico desse. Posteriormente, utilizando-se da própria análise de conteúdo como ferramenta a partir de termos-chave para mensurar produções científicas, foram analisados mil e seiscentos artigos, dos quais se constatou que apenas dez tiveram temáticas jurídicas, sendo apenas quatro essencialmente jurídicos. Nesse sentido, demonstrou-se ser possível a aplicação do método da análise de conteúdo no campo científico jurídico, tanto pelas pesquisas já existentes que utilizaram o método da análise de conteúdo de forma rigorosamente científica, quanto pelos potenciais de aplicação com outras bases textuais. Uma das demonstrações, foi a própria aplicação da metodologia da análise de conteúdo para a mensuração de pesquisas que envolviam essa temática, caracterizando-se uma importante metalinguagem direcionada aos objetivos da pesquisa. Além disso, a pesquisa levantou uma gama de possibilidades de discussões epistemológicas conforme a orientação da aplicação de pesquisas empíricas no campo jurídico e com relação à aplicação da análise de conteúdo, o que é de extrema relevância para ampliação da pesquisa e do ensino no Direito.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
Barbosa, H., & Rosa, W. (2023). Análise de conteúdo: Considerações epistemológicas e aplicações nas pesquisas empíricas em Direito. Metodologias E Aprendizado, 6, 543–560. https://doi.org/10.21166/metapre.v6i.4019
Edição
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Hugo Paiva Barbosa, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais

Doutorando em Direito na área de concentração Democracia, Liberdade e Cidadania na linha de Teoria do Direito e da Justiça, bolsista FAPEMIG; Mestre em Direito e Inovação na área de estudo empiria, políticas públicas e argumentação pela Universidade Federal de Juiz de Fora; Especialista em Direito Civil e Direito Processual Civil pela Escola Brasileira de Direito; Especialista nas áreas multidisciplinares de Análise de Dados, Gestão de Negócios e Marketing Estratégico Digital pela Uniamérica Centro Universitário

Waleska Marcy Rosa, Universidade Federal de Juiz de Fora

Professora de Direito Fundamentais na UFJF, Doutora em Direito (Direito, Estado e Cidadania) pela Universidade Gama Filho - RJ e Mestre em Direito (Direito Público) pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro

Funding data

Referências

Altheide, D. (1996). Qualitative media analysis (Qualitative Research Methods

. Thousand Oaks, CA: Sage.

Araújo, A. M. Efetividade do Direito à Educação: Análise de Conteúdo da

Jurisprudência do Supremo Tribunal Federal. In Trabalho publicado nos Anais do XVIII Congresso Nacional do CONPEDI(Vol. 4, pp. 05-06). http://www.publicadireito.com.br/conpedi/manaus/arquivos/anais/sao_paulo/2300.pdf

Bardin, L.(2011). Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70.

Battistelli, B. M., Amazarray, M. R., & Koller, S. H. (2011). O assédio moral no

trabalho na visão de operadores do direito. Psicologia & Sociedade, 23(1), 35-45. https://www.scielo.br/pdf/psoc/v23n1/a05v23n1.pdf

Bittar, E. C. B. (2015). Linguagem jurídica: semiótica, discurso e direito. Saraiva Educação SA.

Bittar, E. C. (2021). Semiótica, poder e intolerância: populismo, direitos humanos e a crise do Estado Democrático de Direito. Estudos Semióticos, 17(1), 59-81. https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=8615636

Câmara, R. H. (2013). Análise de conteúdo: da teoria à prática em pesquisas

sociais aplicadas às organizações. Gerais: Revista Interinstitucional de Psicologia, 6(2), 179-191. http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1983-82202013000200003

Couto, P. F. F., & Ximenes, J. M. (2019). Suprema Corte limitadora ou efetivadora

do princípio da livre iniciativa? Uma análise de conteúdo das decisões do STF. Revista de Direito Econômico e Socioambiental, 10(3), 205-232. https://periodicos.pucpr.br/direitoeconomico/article/view/24280

Epstein, L., & King, G. (2014). Pesquisa empírica em direito: as regras de

inferência. http://hdl.handle.net/10438/11444

Fragale Filho, R., & Veronese, A. (2004). A pesquisa em Direito: diagnóstico e perspectivas. Revista Brasileira de Pós-Graduação, 1(2). https://rbpg.capes.gov.br/index.php/rbpg/article/view/40

Guilherme, M. L. F. (2019). Reflexões sobre a identidade de pessoas trans em

notícias online: uma análise do conteúdo temático. Revista X, 14(4), 107-119. https://scholar.archive.org/work/irrsyilfwfcd3asdejxdiesurq/access/wayback/https://revistas.ufpr.br/revistax/article/download/66062/39461

Guimarães, E. (2013). Texto, discurso e ensino. São Paulo: Contexto.

Hansen, A., Cottle, S., Negrine, R., & Newbold, C. (1998). Mass communication

research methods. NYU Press.

Heritier, P. (2014). Law and image: towards a theory of nomograms. In Law,

culture and visual studies (pp. 25-48). Springer, Dordrecht. https://doi.org/10.1007/978-90-481-9322-6_2

Hijmans, E. (1996). Logic for qualitative media content analysis: A typology.

Communications-Sankt Augustin Then Berlin-, 21, 93-108. https://www.degruyter.com/document/doi/10.1515/comm.1996.21.1.93/html

Holanda, A. O., Oliveira-Castro, J. M., & Silva, T. C. (2018). Análise de conteúdo

das justificativas das propostas de emenda à constituição que tratam da maioridade penal. Brazilian Journal of Empirical Legal Studies, 5(2), 43-66. https://www.researchgate.net/profile/Thays-Silva-4/publication/330609562_Analise_de_Conteudo_das_Justificativas_das_Propostas_de_Emenda_a_Constituicao_que_Tratam_da_Maioridade_Penal_Content_analysis_of_arguments_of_propesed_amendments_to_the_constitution_that_deals_with_pe/links/5cb9e0c14585156cd7a46b3c/Analise-de-Conteudo-das-Justificativas-das-Propostas-de-Emenda-a-Constituicao-que-Tratam-da-Maioridade-Penal-Content-analysis-of-arguments-of-propesed-amendments-to-the-constitution-that-deals-with-p.pdf

Kant de Lima, R., & Baptista, B. G. L. (2010). O Desafio de Realizar Pesquisa Empírica no Direito: uma contribuição antropológica. https://app.uff.br/riuff/handle/1/8005

Koch, I. G. V.; Elias, V. M. (2006). Ler e compreender: os sentidos do texto. São

Paulo: Contexto.

Krippendorff, K. (2004). Content analysis: An introduction to its methodology,

nd edn. Thousand Oaks, CA: Sage.

Lima, J. Á. (2013). Por uma análise de conteúdo mais fiável. Revista portuguesa

de pedagogia, 7-29. https://impactum-journals.uc.pt/rppedagogia/article/view/1647-8614_47-1_1

Marconi, M. D. A., & Lakatos, E. M. (2003). Fundamentos de metodologia

científica. 5. ed.-São Paulo: Atlas.

Mari, H.; Walty, I.; Versiani, Z. (2005). Ensaios sobre leitura. Belo Horizonte:

PUC Minas.

McKee, A. (2003). Textual analysis: A beginner’s guide. London: Sage.

Mill, J. S. (1950). Philosophy of Scientific Method. New York: Hafner Publishing

Co.

Moyses, J. F. (2018). Os enquadramentos da violência contra as mulheres no

componente estrutural da Lei Maria da Penha: análise de conteúdo de decisões de 2ª instância do TJ/SP sobre violência baseada no gênero (Doctoral dissertation, Universidade de São Paulo). https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/107/107131/tde-29052019-154919/pt-br.php

Neuman, W. L. (2006). Social research methods: qualitative and quantitative

approaches, 6th edn. Needham Heights, MA: Allyn & Bacon.

Oliveira, F. L. D. (2004). O Supremo Tribunal Federal no processo de transição

democrática: uma análise de conteúdo dos jornais Folha de S. Paulo e O Estado de S. Paulo. Revista de Sociologia e Política, 101-118. https://www.scielo.br/pdf/rsocp/n22/n22a09

Pádua, V. V. D. (2019). Análise do conteúdo das ementas das disciplinas

relacionadas à área tributária. http://repositorio.ufu.br/handle/123456789/25639

Peirce, C. S. (2003). Semiótica. 3. ed. São Paulo: Perspectiva.

Santaella, L., & Noth, W. (2021). Introdução à semiótica. Paulus Editora.

Schooten, H. V. (2014). Visualization Between Fictitious Law and Factual

Behaviour: A Pragmatic-Institutional Analysis. In Law, Culture and Visual Studies (pp. 143-157). Springer, Dordrecht. https://doi.org/10.1007/978-90-481-9322-6_7

Silva, D. (2017). A análise de conteúdo como método analítico no campo da

política externa. In Congresso Latino-Americano De Ciência Política (Vol. 9). https://www.labmundo.org/wp-content/uploads/2021/05/Artigo-2017-Danielle-Costa-da-Silva-Congresoalacip2017.pdf

Silva, M. R. da C. (2021). Jogos de linguagem e reflexividade em Heráclito de Éfeso. (Tese de Doutorado). Universidade Federal de Minas Gerais. https://repositorio.ufmg.br/handle/1843/46553

Soemaker, P., & Reese, S. D. (1996). Mediating the Message: Theories of

Influences on Mass Media Content.

Teixeira, C. S., Santos, L. W., & Riche, R. C. (2013). Análise e produção de

textos. Editora Contexto.

Wright, C. (1986). Mass communication: A sociological perspective, 3rd edn. New York: Random House.

Xavier, J. R. (2018). A pesquisa empírica e o Direito. Autografia.

Ximenes, J. M. (2011). Levantamento de dados na pesquisa em direito–a técnica

da análise de conteúdo. In Anais do XX Congresso Nacional do CONPEDI. Florianópolis: Fundação Boiteux (Vol. 1, pp. 7608-7622). https://d1wqtxts1xzle7.cloudfront.net/64791561/analise_de_conteudo_JULIA_XIMENES_2011-libre.pdf?1603894907=&response-content-disposition=inline%3B+filename%3DLEVANTAMENTO_DE_DADOS_NA_PESQUISA_EM_DIR.pdf&Expires=1678751918&Signature=HWr0QrsvoP3BB6I3-ZK6n4oIvwzBHtFB6cV-8vrvlN3N2PizCUunHb-ItGz95Vd85VnSKC29z8eM6dpxpx6wAh~GilcLaxkm5z9rJt~fkNPeN2a4z4LPS~YIxeskaewGeyD7DbhaI5h8FSYjTuUZ5s~acjXlkt6EZi~TyPj6HLHVrUjwt4cna22Xb9hM7S6SHNY4bkOYLwOhEpsmyx5iDjP-obXn5rczgTG9yyrK4ndCyqfdKL5f3h5Ot-hWsJ5DSYsEJ3EBuUKajg4CKgvP8uoPkfPwno4v3kUa2ByyyVVEf65oHm2YFXoqq~IuCAWudRO4Vld29Is4g~mO08QRuQ__&Key-Pair-Id=APKAJLOHF5GGSLRBV4ZA