A dinâmica educacional na comunidade do Monte Serrat Um olhar para as práticas da formação cidadã

Conteúdo do artigo principal

Jaqueline Andrade
https://orcid.org/0000-0002-7223-2746
Alina Gonçalves Santiago
https://orcid.org/0000-0002-6641-7090

Resumo

O processo socioeducativo tem-se firmado na atuação escolar e da família. No entanto, esses processos vão muito além da educação formal. Não é por acaso que eles se valem de outras dimensões, pois a formação cidadã transborda os limites dos muros da escola, ela acontece na cidade e pela cidade. Assim, a cidade torna-se um agente educador capaz de incorporar todas as dimensões educacionais. A comunidade do Monte Serrat em Florianópolis, carrega em seu percurso histórico práticas educacionais capazes de elucidar o potencial do território no processo de formação cidadã. Com isso o presente artigo busca analisar como as dimensões formal, não formal e informal da educação contribuem no processo formativo do cidadão na Comunidade do Monte Serrat. Para isso, é necessário entender o texto e o contexto territorial da comunidade; verificar a articulação das três dimensões da educação com o território; e, identificar os elementos da cidade que contribuem no processo de formação cidadã. Por meio de uma abordagem multimétodos, busca-se investigar as relações das dimensões educacionais bem como as potencialidades e as limitações no território. Na compreensão das três dimensões da educação é possível reconhecer as potencialidades da cidade na construção da cidadania, em especial diante da pedagogia freiriana do inédito-viável revelando a sensibilidade ao apreender os sujeitos, fazer reconhecer-se como sujeitos, fomentá-lo a compreender o outro e o seu contexto e com isso esperançá-lo a buscar ser o que quiser ser.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
Andrade, J., & Santiago , A. G. (2023). A dinâmica educacional na comunidade do Monte Serrat: Um olhar para as práticas da formação cidadã. Metodologias E Aprendizado, 6, 596–614. https://doi.org/10.21166/metapre.v6i.3955
Edição
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Alina Gonçalves Santiago , Universidade Federal de Santa Catarina

Alina Gonçalves Santiago é Doutora em Geographie pela Université Paris 1 Pantheon-Sorbonne. Professora no Programa de Pós Graduação em Arquitetura e Urbanismo na Universidade Federal de Santa Catarina. ORCID ID: 0000-0002-6641-7090

Referências

BRASIL. LEI No 8.069, DE 13 DE JULHO DE 1990. Dispõe sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente e dá outras providências. 1990. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8069.htm. Acesso em: 6 dez. 2020.

CCEA, Centro Cultural Escrava Anastácia. História. 2022. Disponível em: https://ccea.org.br/historia/. Acesso em: 17 jun. 2022.

CEMLM, Centro Educacional Marista Lucia Mayvorme. Projeto Polítco Pedagógico Centro Educacional Marista Lucia MayvormeFlorianópolis, 2012.

CEMLM, Centro Educacional Marista Lucia Mayvorme. Street Café: Andanças Literárias pelo Direito À Cidade!, 2019.

COPETTE, Maria Conceição. Janelas abertas: uma experiência de educação no morro Mont Serrat. São Paulo: Secretariado Interprovincial Marista, 2003.

FLORIANÓPOLIS, Prefeitura Municipal De. Lei Complementar n. 482, de 17 de janeiro de 2014. Institui o Plano Diretor de Urbanismo do Município de Florianópolis que dispõe sobre a Política de Desenvolvimento Urbano, o Plano de Uso e Ocupação, os Instrumentos urbanístico e o Sitema de Gestão. 2014. Disponível em: http://www.pmf.sc.go

v.br/arquivos/arquivos/pdf/04_02_2014_12.01.39.ae8afdb369c91e13ca6efcc14b25e055.pdf. Acesso em: 15 mar. 2021.

FLORIANÓPOLIS, Prefeitura Municipal De. Secretaria Municipal da Saúde. 2015. Disponível em: http://www.pmf.sc.gov.br/sistemas/saude/unidades_saude/populacao/uls_2015_index.php. Acesso em: 1 mar. 2021.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Esperança: Um reencontro com a Pedagogia do Oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1997.

GOHN, Maria da Glória. Educação não-formal, participação da sociedade civil e estruturas colegiadas nas escolas. Ensaio:Avaliação de Políticas Públicas na Educação, Rio de Janeiro, v. 14, n. 50, p. 27–38, 2006. DOI: https://doi.org/10.1590/S0104-40362006000100003

GÜNTHER, Hartmut; ELALI, Gleice A.; PINHEIRO, José Q. A Abordagem Multimétodos em Estudos Pessoa-Ambiente: Características, Definições e Implicações. In: PINHEIRO, José Q.; GÜNTHER, Hartmut (org.). Métodos de Pesquisa nos Estados Pessoa-Ambiente. São Paulo: Sada do Psicólogo, 2008. p. 369–395.

HARVEY, David. Cidades Rebeldes - do direito à cidade à revolução urbana. São Paulo: Martins Fontes - selo Martins, 2014.

LÚCIO, Joana. A cidade como experiência de aprendizagem: Reflexões ilustradas sobre o currículo educativo da Cidade. Kult-ur – Revista interdisciplinària sobre la cultura de la ciutat, [S. l.], v. 6(11), p. 87–108, 2019. DOI: https://doi.org/10.6035/Kult-ur.2019.6.11.4. DOI: https://doi.org/10.6035/Kult-ur.2019.6.11.4

MARICATO, Ermínia. As Idéias Fora Do Lugar E O Lugar Fora Das Idéias. In: ARANTES, Otilia; ET. AL. (org.). A cidade do pensamento único. Rio de Janeiro: Vozes, 2000. p. 121–192.

MIRAFTAB, Faranak. Insurgência, planejamento e a perspectiva de um urbanismo humanoRevista Brasileira de Estudos Urbanos e RegionaisRecife, 2016. DOI: https://doi.org/10.22296/2317-1529.2016v18n3p363. DOI: https://doi.org/10.22296/2317-1529.2016v18n3p363

MOLL, Jaqueline. Pela utopia de cidades educadoras: por um mundo onde todo tenham lugar. Ágora, [S. l.], v. 6, n. 11, p. 27–38, 2019. DOI: https://doi.org/10.6035/Kult-ur.2019.6.11.1

NUNES, Nei Antônio; CASAGRANDE, Jacir Leonir; RAMOS, Márcia Maria Gil; SANTOS, Andréia Aparecida Pandolfidos; CORSEUIL, Louise. Participação Comunitária Como Prática De Inovação Social: Um Estudo De Caso No Centro Educacional Marista Lúcia Mayvorne. Revista Eletrônica de Estratégia & Negócios, [S. l.], v. 10, n. 2, p. 154, 2017. DOI: https://doi.org/10.19177/reen.v10e22017154-180. DOI: https://doi.org/10.19177/reen.v10e22017154-180

RUCHAUD, Guilherme Galdo. Entre as lajotas do Monte Serrat: narrativas e materialidades na construção da cidade de Florianópolis. 2019. Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2019.

TOMÁS, Elaine Dorighello. Antigos e Novos Olhares sobre o Maciço do Moddo da Cruz: De não território a território do PAC - Florianópolis. 2012. Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2012.