Instituto Federal Catarinense: Transformações na região de Blumenau

Conteúdo do artigo principal

Rafael Gonçalves de Souza
Sara Nunes
Mário Ferreira Resenda
Reginaldo Plácido

Resumo

A proposta deste artigo é apontar algumas transformações agenciadas na região de Blumenau, resultantes da criação do Instituto Federal Catarinense - Campus Blumenau. A partir da análise bibliográfica e depoimentos dos estudantes, busca-se elaborar uma compreensão sobre a história da educação em Blumenau e as mudanças nesse mundo social, a partir da criação da Rede Federal de Educação. Ao realizar essa investigação, pretende-se pontuar a emergência da rede federal de educação na região, em particular a criação do Instituto Federal Catarinense - Campus Blumenau. Instituição que por conta das suas especificidades históricas e do seu projeto político pedagógico, representa uma transformação no meio social e histórico em que foi criado. Espera-se com esse artigo, fortalecer a representação social e histórica do Instituto Federal Catarinense - Campus Blumenau. Embora a instituição em questão apresenta resultados de êxito em âmbito nacional, vivemos um período da história do tempo presente, onde a educação pública sofre retrocessos de ordem orçamentária e científica. É imprescindível utilizarmos a pesquisa e a produção do conhecimento científico, como um instrumento de defesa da educação pública e de qualidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
Souza, R., Nunes, S. ., Resende, M., & Plácido, R. (2022). Instituto Federal Catarinense: Transformações na região de Blumenau . Metodologias E Aprendizado, 5, 223–234. https://doi.org/10.21166/metapre.v5i.2912
Edição
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Rafael Gonçalves de Souza, Instituto Federal Catarinense

Professor do Instituto Federal Catarinense, campus Blumenau. Graduado em engenharia de materiais pela UFSC, mestre e doutor em ciência e engenharia de materiais pela UFSC, rafael.souza@ifc.edu.br. ORCID:https://orcid.org/0000-0002-1796-8822.

Sara Nunes, Instituto Federal Catarinense

 Professora do Instituto Federal Catarinense, Campus Blumenau. Licenciada e bacharel em História pela UDESC, mestre e doutora em História Cultural pela UFSC, sara.nunes@ifc.edu.br ORCID: https://orcid.org/0000-0002-8036-8424 

Mário Ferreira Resenda, Instituto Federal Catarinense

Professor do Instituto Federal de Catarinense, campus Blumenau. Graduado, mestre e doutor em Psicologia pela Universidade federal de Santa Catarina (UFSC). Desenvolveu estágios de pós-doutoramento no Programa de Informática na Educação na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e no Programa de pós-graduação em Psicologia na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). mario.resende@ifc.edu.br.  ORCID:https://orcid.org/0000-0001-8643-4325 

Reginaldo Plácido, Instituto Federal Catarinense

Professor do Instituto Federal Catarinense, nos programas de Mestrado ProfGEO e ProfEPT. Graduado em Pedagogia, História e Geografia. Mestre em História e Teologia. Doutor em História da Educação. reginaldo.placido@ifc.edu.br. ORCID: https://orcid.org/0000-0001-5608-2621

Referências

ALBERTI, V. O fascínio do vivido, ou o que atrai na história oral. Rio de Janeiro, CPDOC, 2003. Disponível em . Acesso em 21 dez. 2020.

ALVES, L. M. S.; PLÁCIDO, R. L.; FARIA, F. P.; ROHR, M. L. Retalhos de experiências exitosas em Educação Profissional e Tecnológica. Debates em Educação, [S. l.], v. 11, n. 24, p. 564–585, 2019. DOI: 10.28998/2175-6600.2019v11n24p564-585.

BRASIL. Platarforma Nilo Peçanha. Disponível em: http://plataformanilopecanha.mec.gov.br/2022.html Acesso em 05 jun. 2022.

BOURDIEU, P.; PASSERON, J. A Reprodução: elementos para uma teoria do sistema de ensino. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1970.

BOURDIEU, P. A economia das trocas simbólicas. São Paulo: Perspectiva, 1974.

BOURDIEU, P. Sociologia. São Paulo: Ática, 1983.

BOURDIEU, P. Pierre Bourdieu entrevistado por Maria Andréia Loyola. Rio de Janeiro: EduUERJ, 2002.

BOURDIEU, P. Os usos sociais da ciência: por uma sociologia clínica do campo científico. São Paulo: Editora da Unesp, 2004.

CASTRO, C. A.; PLÁCIDO, R. L.; SCHENKEL, C. A. História socioespacial do trabalho no Brasil, educação profissional tecnológica e a questão regional. Revista Labor, v. 1, n. 24, p. 331-355, 19 out. 2020. https://doi.org/10.29148/labor.v1i24.44200 DOI: https://doi.org/10.29148/labor.v1i24.44200

CATANI, Afrânio & NOGUEIRA, Maria Alice (Orgs). Escritos da Educação. Petrópolis, RJ: Vozes, 1998.

CERTEAU, Michel. A escrita da História. Rio de Janeiro: Forense universitária, 1982.

FORNARI, Liamara Teresinha. Emancipação humana e educação: possibilidades e desafios para os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia. 1ed.- Curitiba: Appris, 2018.

FRIGOTTO,G. (Coor.). Relatório técnico científico final do projeto os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia e sua relação com o ensino médio integrado e o projeto societário de desenvolvimento (2003-2014). Rio de Janeiro:UERJ, 30 de abril de 2016.

MAGALHÃES, Justino Pereira. Da cadeira ao banco: escola e modernização (séculos XVIII-XX), Lisboa: Educa, 2010.

NUNES, Sara. Breves palavras sobre a história da constituição das escolas em Blumenau. Blumenau: editora 3 de maio , 2020.

NUNES, Sara. Institutos Federais: a revolução na forma de educar. 2019. Disponível em: <https://youtu.be/d_6LgY1XQqs>. Acesso em: 02 jan. 2021.

PACHECO, E.M.(Org.) Institutos Federais: uma revolução na educação profissional etecnológica.Brasília/Setec(mec2010).https://memoria.ifrn.edu.br/handle/1044/101 3. Acesso em 18 de janeiro de 2021

PLÁCIDO, R.; BENKENDORF, S.; TODOROV, D. Porosidade e permeabilidade: Uma abordagem mesoanalítica em história das instituições escolares a partir da Cultura Escolar. Metodologias e Aprendizado , [S. l.], v. 4, p. 183–196, 2021. DOI: 10.21166/metapre.v4i.2221. DOI: https://doi.org/10.21166/metapre.v4i.2221

REIS, José Carlos. O lugar da teoria-metodologia na construção da escrita da história. Rio de Janeiro: Autêntica, 2019.

SARLO, Beatriz. Tempo Passado: Cultura da memória e guinada subjetiva. São Paulo: Companhia das Letras, 2007.

SEYFERTH, Giralda. Imigração, Colonização, Identidade Étnica. Notas sobre a emergência da etnicidade em grupos de origem europeia no sul do Brasil. Rio de Janeiro: Museu Nacional. 1986. DOI: https://doi.org/10.11606/2179-0892.ra.1986.111143