Finalizando o Ensino Remoto Emergencial (ERE) das disciplinas de Metodologia do Ensino de Geografia na UFRGS

Conteúdo do artigo principal

Dr. Victor Hugo Nedel Oliveira

Resumo

O presente texto objetiva-se em apresentar relato de experiência da finalização das atividades remotas de ensino nas disciplinas de Metodologia do Ensino de Geografia I e II, do curso de Geografia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Com o encaminhamento do término da estratégia do Ensino Remoto Emergencial (ERE), adotada em razão da pandemia da Covid-19, são relatados os momentos finais das disciplinas no espaço assíncrono de atividades (Moodle) e no espaço síncrono de aulas (MConf). Confere-se destaque para a estruturação das últimas semanas de atividades; a participação das e dos estudantes nas propostas apresentadas; e os processos avaliativos realizados. Considera-se que o registro de tais práticas seja importante para conhecer, analisar e avaliar os momentos de transição vivenciados entre o ensino remoto e o retorno ao ensino presencial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
Oliveira, V. . (2022). Finalizando o Ensino Remoto Emergencial (ERE) das disciplinas de Metodologia do Ensino de Geografia na UFRGS. Metodologias E Aprendizado, 5, 212–218. https://doi.org/10.21166/metapre.v5i.2782
Edição
Seção
Relato de Experiência
Biografia do Autor

Dr. Victor Hugo Nedel Oliveira, UFRGS

Doutor em Educação (PUCRS). Licenciado e Mestre em Geografia (UFRGS). Pós-Doutorado em Educação (PUCRS) e Sociologia (UFRGS). Professor e Pesquisador do Departamento de Geografia e do Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Referências

BATISTA, N. L.; BECKER, E. L. S.; CASSOL, R. Multiletramentos e multimodalidade na cartografia escolar para o ensino de Geografia: considerações gerais. Para Onde!?, v. 12, n 02, 2019. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/paraonde/article/view/97186 Acesso em: 23 mai. 2022.

CECETE, N. H. Formação do professor de geografia Sobre práticas de ensino e estágio supervisionado. Revista da Casa da Geografia de Sobral, v. 17, n. 02, 2015. Disponível em: https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=5156907 Acesso em: 23 mai. 2022.

FREITAS, M. I. C. de. Ser professor de geografia: divagações, ações e reflexões. Geopauta, v. 03, n. 04, 2019. Disponível em: https://periodicos2.uesb.br/index.php/geo/article/download/5955/4527 Acesso em: 23 mai. 2022.

MAFRA, M. V. P.; FLORES, D. A. C.. Trabalho de campo no ensino da Geografia na educação básica: dificuldades e desafios para professores. Revista de Ensino de Geografia, v. 8, n. 15, 2017. Disponível em: http://www.revistaensinogeografia.ig.ufu.br/N15/Resumo-Art1-Revista-Ensino-Geografia-v8-n15-Mafra-Flores.php Acesso em: 23 mai. 2022.

OLIVEIRA, V. H. N. Como fica o ensino de Geografia em tempos de pandemia da Covid-19?. Ensino em Perspectivas, v. 2, n. 1, 2021. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/ensinoemperspectivas/article/view/4577 Acesso em: 23 mai. 2022.

RABELO, K. S. P. A avaliação da aprendizagem no processo de ensino em Geografia, Ateliê Geográfico, v. 4, n. 4, 2010. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/atelie/article/view/16673 Acesso em: 23 mai. 2022.