O TikTok não é só entretenimento: Sugestão de aplicação da rede social como recurso didático na aula de Geografia.

Conteúdo do artigo principal

Odair José Groh
Aned Mafer Mattos Fernandes

Resumo

Este artigo tem por objetivo demonstrar o uso da rede social TikTok como recurso didático em um plano de aula de Geografia do 1º ano do Ensino Médio, enfatizando que essa, muito utilizada por adolescentes e jovens para o entretenimento, pode ser aplicada pelos professores como uma nova linguagem e forma de abordagem de temas geográficos. A etapa de escolarização escolhida como público alvo foi o 1º ano do Ensino Médio, porque a grande maioria dos alunos são usuários da rede social acima citada, dominam as configurações e investem muitas horas do dia na visualização de vídeos curtos que, na maioria das vezes, apenas abordam temas na área do entretenimento. Sendo assim, elaboramos um plano de aula, em formato de jogo, que utiliza o TikTok em uma das etapas a fim de motivar o engajamento dos alunos no desenvolvimento de competências e habilidades geográficas pré-selecionadas. Concluímos, ao final deste artigo, que a aplicação da rede social TikTok como recurso didático possui enorme potencial a ser explorado pelos professores de Geografia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
Groh, O., & Fernandes, M. (2022). O TikTok não é só entretenimento: Sugestão de aplicação da rede social como recurso didático na aula de Geografia. Metodologias E Aprendizado, 5, 199–205. https://doi.org/10.21166/metapre.v5i.2747a (Original work published 15º de junho de 2022)
Edição
Seção
Plano de aula
Biografia do Autor

Odair José Groh, INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE

Docente de Geografia. Discente do Mestrado em Ensino de Geografia  (PROFGEO) , campus Brusque - SC

Aned Mafer Mattos Fernandes, Universidade Federal do Triangulo Mineiro

Docente do Mestrado em Ensino de Geografia em Rede Nacional (UFTM)

Referências

ALVES, Flora. Gamification - como criar experiências de aprendizagem engajadoras. Um guia completo: do conceito à prática. (p. 02 e 03). 2ª ed. São Paulo: DVS, 2015.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular do Ensino Médio. Brasília/DF, 2018. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/historico/BNCC_EnsinoMedio_embaixa_site_110518.pdf. Acesso em: 12 abr. 2022.

BRASIL. Ministério da Educação. Temas Contemporâneos Transversais Na BNCC. Propostas de Práticas de Implantação. Brasília: MEC, 2019. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/implementacao/guia_pratico_temas_contemporaneos.pdf. Acesso em: 14 abr. 2022.

CAVALCANTI, L. de S. O ensino de Geografia na escola. Campinas: Papirus, 2012.

CONGHUI, Su; HUI, Zhou; LIANGYU, Gong; et al. Viewing personalized video clips recommended by TikTok activates default mode network and ventral tegmental area. NeuroImage, v. 237, 2021. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S1053811921004134. Acesso em: 11 abr. 2022.

PONTUSCHKA, N. N; PAGANELLI, T. I.; CACETE, N. H. Para Ensinar e Aprender Geografia. (p. 215 e 216). São Paulo: Editora Cortez, 2007.

VICHIATO BREDA, Thiara. O uso de jogos no processo de ensino aprendizagem na Geografia escolar. 2013. Tese de Mestrado. Campinas, 2013. Disponível em: http://acervus.unicamp.br/index.asp?codigo_sophia=913638. Acesso em: 10 abr. 2022.