Tópicos especiais em Geografia B Docência geográfica em tempos de pandemia

Conteúdo do artigo principal

Natália Lampert Batista

Resumo

Desde a chegada do novo Coronavírus ao Brasil, inúmeros desafios emergiram, impactando, de modo bastante especial, a docência. O planejamento do primeiro semestre de 2020 foi completamente alterado e novas alternativas precisaram ser encontradas para a manutenção das atividades de ensino, pesquisa e extensão na Universidades. O presente artigo, neste sentido, apresenta um relato de prática de docência realizada na disciplina de Tópicos Especiais em Geografia B (GCC896), do Programa de Pós-graduação em Geografia (PPGGeo), da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), durante o primeiro semestre do corrente ano, mediante ensino remoto. A descrição e a reflexão sobre a prática empreendida visam registrar e compartilhar as aprendizagens referentes a disciplina ministrada totalmente a distância, bem como destacar as dificuldades da turma em questão. Conclui-se que, apesar do contexto de excepcionalidade, a disciplina cumpriu seus objetivos e colaborou com as discussões que se propunha.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
Lampert Batista, N. (2020). Tópicos especiais em Geografia B: Docência geográfica em tempos de pandemia. Metodologias E Aprendizado, 3, 167–175. https://doi.org/10.21166/metapre.v3i0.1352
Seção
Plano de aula
Biografia do Autor

Natália Lampert Batista, Universidade de Santa Maria - UFSM

Graduada em Geografia (Licenciatura) pelo Centro Universitário Franciscano (2013). Mestra e Doutora em Geografia pelo Programa de Pós-graduação em Geografia (PPGGeo) da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM, 2015 e 2019 respectivamente). Pós-doutoranda em Geografia (PPGGeo/UFSM) e bolsista do Programa Nacional de Pós-doutorado (PNPD) da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).

Referências

BATISTA, B. N. Como dar uma aula de geografia? Geografia Ensino & Pesquisa, v. 23 p. e33 (01-34), 2019.

BATISTA, N. L; FELTRIN, T; BECKER, E. L. S. Autoformação docente e formação continuada: olhares autobiográficos sobre a formação de professores da educação básica. In: SOEIRA, E. R.; BRASILEIRO, R. M. O. (Org.). Formação de professores para a educação básica: inovações, desafios e tensões. 1ed.Rio de Janeiro: Dictio Brasil, 2019, v. 1, p. 188-221.

BRASIL. Portaria nº 45, de 12 de março de 2018. Dispõe sobre a concessão de bolsas e o regime de colaboração no Programa de Residência Pedagógica e no Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid). Brasília: Ministério da Educação, 2018.

BRASIL. Diretrizes Curriculares Nacionais e Base Nacional Comum para a Formação Inicial e Continuada de Professores da Educação Básica de 18 de setembro de 2019. Brasília: Ministério da Educação, 2019.

DA SILVA, T. T. Documentos de identidade: uma introdução às teorias do currículo. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2001.

EMENTA. Tópicos Especiais em Geografia B (GCC896). Santa Maria: PPGGeo/UFSM, 2020.

MENEZES, V. S. Em tempos de defesa do óbvio: os desafios da docência em Geografia. Terra Livre, v. 2, p. 93-123, 2019.