PRODUÇÃO DE BIOMASSA DE MINHOCAS EM COMPOSTO DE ESTERCO BOVINO

Conteúdo do artigo principal

Moara Souza
Laíssa Emanuele Dico Camargo
Dafne Ramos Veiga
Karla Paola Picoli
Raul Block

Resumo

Na atualidade, a utilização da farinha de minhoca como fonte de proteína alternativa, na alimentação animal vem ganhando destaque. A vermicompostagem é o processo utilizado na produção das minhocas que, para desenvolverem-se necessitam de um substrato adequado. O presente estudo foi realizado no setor de Zootecnia I do IFC – campus Rio do Sul e buscou avaliar a produção de biomassa de minhocas frescas da espécie Enseni foetida em composto orgânico bovino curtido. Nesse trabalho foram utilizadas três caixas, A - B - C, contendo 30 kg de substrato e 300 gramas de massa de minhoca cada, sem distinção de tamanho dos indivíduos (mistura de minhocas adultas, juvenis e recém-nascidas). Aos 107 dias após a instalação do experimento foi verificado o peso e as características do vermicomposto e o peso da massa de minhocas para obtenção da estimativa da biomassa de minhocas em relação a massa de substrato de cada caixa. Os resultados mostram que a produção de húmus ocorreu na caixa com menor peso da matéria orgânica e da massa de minhocas. Os maiores pesos da massa de minhocas e da matéria orgânica foram obtidos onde ocorreu a produção parcial de húmus. O maior peso da massa de minhocas foi obtido onde ocorreu a produção parcial de húmus. O substrato mais pesado apresentou uma reduzida população de minhocas, não tendo sido transformado em húmus.

Detalhes do artigo

Como Citar
Souza, M., Camargo, L. E. D., Veiga, D. R., Picoli, K. P., & Block, R. (2024). PRODUÇÃO DE BIOMASSA DE MINHOCAS EM COMPOSTO DE ESTERCO BOVINO. Anais Da Feira Do Conhecimento Tecnológico E Científico, 1(24). Recuperado de https://publicacoes.ifc.edu.br/index.php/fetec/article/view/5155
Seção
Ciências Agrárias - Outra