FENOLOGIA E SUPERAÇÃO DE DORMÊNCIA COM A UTILIZAÇÃO DE PRODUTOS ALTERNATIVOS NA NOGUEIRA PECAN

Conteúdo do artigo principal

Cibele de Oliveira
Ana Paula da Silva
Cláudio Keske

Resumo

A Nogueira-pecã (Carya illinoensis), vem sendo cultivada na região do Alto Vale do Itajaí/SC, e por ser uma planta frutífera de clima temperado e que perde suas folhas no outono, necessita de horas frio para que a sua brotação ocorra da maneira mais eficiente. Diante disto, os objetivos deste trabalho foram avaliar o efeito dos produtos alternativos na superação da dormência, nas fases fenológicas, como também a produtividade final do pomar. As árvores avaliadas foram da cultivar ‘Melhorada’, sendo 4 tratamentos, totalizando 16 plantas, sendo 8 ramos em cada árvore, e 10 gemas para cada ramo. As gemas foram avaliadas a cada 7 dias em cada tratamento, sendo eles: T1 - Testemunha, somente água (verde); T2 - Extrato oleoso de alho 2% + 2% Óleo mineral (O.M.) (amarelo); T3 - Extrato oleoso de alho 4% + 2% O.M. (azul); T4 - 1% Cianamida Hidrogenada + 2% O.M. (vermelho). Avaliou-se a fenologia, período de liberação de pólen e a receptividade do estigma, brotação (%), e a pesagem dos frutos. A efetividade de polinização foi melhor nos tratamentos T3 e T2. Em relação a brotação (%), não houve diferença significativa entre os tratamentos.

Detalhes do artigo

Como Citar
Oliveira, C. de, Silva, A. P. da, & Keske, C. (2024). FENOLOGIA E SUPERAÇÃO DE DORMÊNCIA COM A UTILIZAÇÃO DE PRODUTOS ALTERNATIVOS NA NOGUEIRA PECAN. Anais Da Feira Do Conhecimento Tecnológico E Científico, 1(24). Recuperado de https://publicacoes.ifc.edu.br/index.php/fetec/article/view/5129
Seção
Ciências Agrárias - Agronomia