AVALIAÇÃO DAS PERDAS DURANTE O ARMAZENAMENTO DE BULBOS DE CULTIVARES DE CEBOLA

Conteúdo do artigo principal

Matheus Alexandre Kirsten
Thiago Schwinder
Diogo Clasen
Oscar Emilio Ludtke Harthmann

Resumo

A cebola tem importância socioeconômica sendo cultivada por pequenos agricultores em Santa Catarina. Os bulbos de cebola podem ser bem conservados por quatro a cinco meses no sistema convencional de armazenamento em estaleiros, conforme as características dos cultivares. O objetivo do projeto foi avaliar o percentual de perdas de bulbos de dez cultivares de cebola cultivadas na safra 2021. Os bulbos de cebola ficaram cinco meses armazenados em um estaleiro experimental, em camadas de 40 cm, com circulação de ar,
desde sua colheita. Após o período de armazenamento os bulbos foram distribuídos em uma mesa telada, separados os bulbos com sintomas de apodrecimento, e os demais foram pesados e classificados conforme padrões da legislação. Os dados foram tabulados e
calculadas as médias para cada cultivar. A comparação de cultivares foi expressa em porcentagem, buscando determinar as cultivares com menores perdas durante o armazenamento. As cultivares Ômega e Alvorada apresentam os percentuais mínimo e máximo, com perdas de 14,5% a 39,8% durante o período de armazenamento, respectivamente. A média de perdas para as dez cultivares após cinco meses de armazenamento foi de 21,7%. As cultivares de cebola Alvorada, Poranga, Rainha e Catarina apresentaram perdas acima da média e as cultivares de cebola Safira, Valessul, Caeté, Onix, Dourada e Ômega apresentaram perdas abaixo da média.

Detalhes do artigo

Como Citar
Kirsten, M. A., Schwinder, T., Clasen, D., & Harthmann, O. E. L. (2024). AVALIAÇÃO DAS PERDAS DURANTE O ARMAZENAMENTO DE BULBOS DE CULTIVARES DE CEBOLA. Anais Da Feira Do Conhecimento Tecnológico E Científico, 1(24). Recuperado de https://publicacoes.ifc.edu.br/index.php/fetec/article/view/5100
Seção
Ciências Agrárias - Agronomia