APOIO AO DESENVOLVIMENTO DA VITICULTURA NO ALTO VALE DO ITAJAÍ

Conteúdo do artigo principal

Douglas Backes
Cláudio Keske
Alexandra Goede de Souza
Renata Bongiolo Magenis
Jefferson Gonçalves Acunha

Resumo

A cultura da videira tem despertado o interesse de muitos produtores do Alto Vale do Itajaí, especialmente para a uva de mesa e para a produção de sucos. Na sede do IFC-Campus Rio do Sul instalado um pomar com 400 plantas, em 16 linhas com 25 plantas cada, com portas-enxerto tipo Paulsen, enxertados no método de enxertia verde, com dez diferentes variedades. Está sendo realizado os manejos necessários no pomar junto da poda de inverno, e avaliado o desempenho das variedades. Este trabalho visa verificar o desenvolvimento de videiras nas condições do IFC- Campus Rio do Sul e servir de referência para a região, através da divulgação dos resultados em Feiras e Mostras, Visitas e orientação de alunos da região e do IFC, em Dia de Campo e divulgação do trabalho através das mídias sociais e programas rurais. Estão sendo avaliados a fenologia de seis plantas de cada variedade sem e com o uso de superadores de dormência. Será avaliado ainda a produção e qualidade de frutos das diferentes variedades colhidas.Com a realização de Dia de Campo em 2022 e visitas técnicas, cerca de 300 pessoas participaram e trocaram conhecimento para o desenvolvimento da cultura na região.

Detalhes do artigo

Como Citar
Backes, D., Keske, C., Souza, A. G. de, Magenis , R. B., & Acunha, J. G. (2024). APOIO AO DESENVOLVIMENTO DA VITICULTURA NO ALTO VALE DO ITAJAÍ. Anais Da Feira Do Conhecimento Tecnológico E Científico, 1(24). Recuperado de https://publicacoes.ifc.edu.br/index.php/fetec/article/view/5068
Seção
Ciências Agrárias - Agronomia