A SAÚDE PÚBLICA NO BRASIL

UMA ANÁLISE DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE (SUS)

Autores

Resumo

Este projeto pretende estudar o Sistema Único de Saúde (SUS), o qual foi estruturado
com base na constituição de 1988. O SUS foi inspirado no National Health Service, do Reino Unido,
sendo que nenhum congênere do mundo se propõe a atender uma população tão grande sem impor
restrições ou algum tipo de coparticipação nas despesas (MARQUES, 2021). Buscamos em nosso
trabalho compreender como os recursos são obtidos e administrados e compreender os impactos das
práticas de corrupção, que nos últimos 14 anos, desviou cerca de R$ 4.5 bilhões que deveriam servir
ao SUS, através de, por exemplo, fraudes no pagamento de pessoal e danos ao patrimônio
(CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA, s/d). A este problema estrutural, soma-se a falta de médicos
contratados (FMUSP, 2020). A importância desse estudo se dá pela relevância da compreensão das
principais causas dos problemas que vivenciamos no SUS, sistema que demonstrou sua extrema
importância no caso do combate à pandemia do Covid-19. Seu acesso universal contrasta com a
experiência americana em que muitos cidadãos com sintomas da Covid-19 fogem do tratamento,
morrem em casa, nas ruas e em parques públicos por medo de não conseguirem pagar os custos do
tratamento de saúde, que se tornam enormes no caso de piora do quadro do paciente (COSTA;
RIZZOTTO; LOBATO, 2020). Nosso objetivo é compreender as implicações da gestão dos recursos
do sistema de saúde brasileiro, assim como os problemas enfrentados pelos agentes que trabalham
com o setor de saúde em sua vivência cotidiana.

Biografia do Autor

André Toreli Salatino, Instituto Federal Catarinense

Professor de Geografia do Instituto Federal Catarinense campus Fraiburgo.

Downloads

Publicado

2021-12-12

Edição

Seção

Resumos