APLICAÇÃO DE FIXADORES EM POLIAMIDA TINTA COM CORANTE PRETO ÁCIDO, DIVERSIFICANDO ACIDULANTES E PH DO PROCESSO DE FIXAÇÃO

Autores

  • Larissa MONTIBELLER Instituto Federal Catarinense - Campus Brusque
  • Agnes Thiane Pereira MACHADO Instituto Federal Catarinense - Campus Brusque

Palavras-chave:

Poliamida, Fixadores, Solidez

Resumo

Neste trabalho são estudadas diferentes condições de fixação de meia malha 92%Poliamida/ 8%Elastano tinta com corante preto ácido, com o objetivo de identificar, através das variações de fixador, acidulante e pH, qual o método mais eficaz e que proporciona a melhor solidez a lavação. Também é estudada a interferência de cada método na intensidade de cor do substrato após fixação. Nesta
pesquisa foram realizados diversos processos de fixação após o tingimento da poliamida, utilizando como fixadores Rewin KF, Nicca Sunlife TNC 2, e Quimifix PA CONC. Como acidulantes foram utilizados o Ácido Fórmico 40% e o Ácido Acético Glacial, variando o pH nas faixas de 3,5, 4 e 4,5. O teste de solidez a lavação foi realizado com referência a norma técnica NBR-ISO-105-C06:2010. A solidez à
lavação foi obtida por medições espectrofotométricas, realizadas por equipamento Konica Minolta CM-2600d, utilizando como referência ABNT NBR ISO 105-A02 para alteração da cor e ABNT NBR ISO 105-A03 para grau de transferência da cor a tecidos testemunhos utilizando escala cinza. Os melhores resultados de solidez foram obtidos utilizando ácido fórmico 40% em pH 3,5. Em todas as amostras fixadas utilizando o acidulante ácido acético, observou-se desuniformidade de transferência de cor no tecido testemunho. Nenhuma amostra apresentou variação significativa de intensidade de cor após o processo de fixação.

Downloads

Publicado

2021-06-09