USO DE TÉCNICAS DE DPX E HPLC-DAD PARA DETERMINAÇÃO DE AGROTÓXICOS EM AMOSTRAS DE ÁGUA DO RIO ITAJAÍ MIRIM

Autores

  • Vitória Correa NUNES Instituto Federal Catarinense - Campus Brusque
  • Natan da CUNHA Instituto Federal Catarinense - Campus Brusque
  • Bárbara Picoli SOARES Instituto Federal Catarinense - Campus Brusque
  • Guilherme Leal BRANCO Instituto Federal Catarinense - Campus Brusque
  • Leda Gabriela ARDILES Instituto Federal Catarinense - Campus Brusque
  • André Felipe KNOP Instituto Federal Catarinense - Campus Brusque
  • Michela CANCILLIER Instituto Federal Catarinense - Campus Brusque
  • Adriana Neves DIAS Instituto Federal Catarinense - Campus Brusque

Palavras-chave:

Agrotóxicos, Cromatografia, Rio Itajaí Mirim

Resumo

A água do rio Itajaí Mirim é utilizada pela população para executar suas atividades básicas, por empresas de  diversos setores, para irrigação de plantações, como fonte de hidratação para o gado e outros animais, dentre outros usos. Recentemente, em meio de comunicação foi divulgada a presença de baixa quantidade de agrotóxicos na água encanada em Brusque.
Desta forma, neste estudo está sendo desenvolvido um método para a determinação agrotóxicos em amostras de água do rio Itajaí Mirim. As técnicas empregadas são DPX (Extração em Ponteira Descartável) e HPLC-DAD (Cromatografia Líquida de Alta Eficiência
com Detector por Arranjo de Diodos).

Downloads

Publicado

2021-06-09