Uma experiência com aplicação de roteiro de atividade investigativa no GeoGebra

Autores

  • Lisiane May Instituto Federal Catarinense - Campus Concórdia
  • Flaviane Predebon Titon Instituto Federal Catarinense - Campus Concórdia
  • Lindomar Duarte de Souza Instituto Federal Catarinense - Campus Concórdia

DOI:

https://doi.org/10.21166/ctp.v5i7.4525

Palavras-chave:

Formação Inicial em Matemática, Desenvolvimento Profissional Docente, Investigação Matemática

Resumo

Este trabalho aborda a escrita de um Relato de Experiência, oriundo de atividades desenvolvidas no âmbito da participação de uma estudante de licenciatura no Programa de Residência Pedagógica (PRP), Subprojeto Matemática Concórdia, do Instituto Federal Catarinense (IFC), Edital 24/2022 CAPES. A participação no PRP se deu entre a sexta e a oitava fase do curso de Licenciatura em Matemática do IFC, no decorrer de dois módulos do programa (Módulos I e II). Nesse contexto, é apresentado um panorama geral sobre a vivência no PRP entre outubro de 2022 a setembro de 2023, as atividades desenvolvidas (observação, planejamentos, regências, participações em conselhos de classe, formações e projetos de ensino e pesquisa) e uma experiência pontual, a qual intenta apresentar a experiência de aplicação de um roteiro de Investigação Matemática com a utilização do software GeoGebra enquanto recurso tecnológico. A experiência que associa as metodologias e tendências da Educação Matemática foi considerada como um dos momentos formativos de maior destaque, em virtude de ser a regência mais ativa e interessante do ponto de vista da professora/residente como dos alunos. Ambos tiveram que se desafiar e buscar conhecimento, conseguindo compreender melhor o conteúdo através da tecnologia. Por fim, faz-se uma reflexão sobre a participação e a importância do PRP e o papel formativo deste espaço-tempo na constituição profissional docente.

Biografia do Autor

Flaviane Predebon Titon, Instituto Federal Catarinense - Campus Concórdia

Licenciada em Ciências Exatas (habilitação integrada em Matemática, Física e Química), UNIVATES (2006); Mestre e Doutora pelo Programa de Pós Graduação em Educação em Ciências, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2009 e 2016, respectivamente). Professora do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico do Instituto Federal Catarinense Campus Concórdia (2010). Atua nos cursos de Matemática Licenciatura, Bacharelado em Agronomia e Especialização em Educação Matemática. Atualmente responde pela Coordenação do Curso de Matemática Licenciatura e também como professora orientadora do Subprojeto Matemática do Programa de Residência Pedagógica do IFC Campus Concórdia.

Lindomar Duarte de Souza, Instituto Federal Catarinense - Campus Concórdia

É Professor do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico do Instituto Federal Catarinense, campus Concórdia, dedicação exclusiva, atuando no ensino médio integrado, na graduação e na pós-graduação. É Vice-Coordenador da pós-graduação no Curso de Especialização em Educação Matemática. Possui graduação em Matemática pela Universidade Federal de Santa Catarina (2004), graduação em Administração pela Universidade Federal de Santa Catarina (2012), Especialização em Gestão e Metodologia do Ensino pela Faculdade Dom Bosco (2005) e Mestrado Profissional em Matemática pela Universidade Federal de Santa Catarina (2014). Atualmente está cursando o doutoramento em Ciências da Educação, na especialidade Desenvolvimento Curricular, na Universidade do Minho, em Portugal. Tem experiência na área de Matemática, com ênfase em Ensino Básico em Matemática.

Referências

BRAUMANN, C. Divagações sobre investigação matemática e o seu papel na aprendizagem da matemática. In: J. P. Ponte, C. Costa, A. I. Rosendo, E. Maia, N. Figueiredo, & A .F. Dionísio (Eds.), Actividades de investigação na aprendizagem da matemática e na formação de professores. p. 5-24. Lisboa: SEM-SPCE, 2002.

BRASIL. Decreto n° 8.977 de 30 de janeiro de 2017. Dispõe sobre a instituição do Programa da Residência Pedagógica Disponível em: https://www.gov.br/capes/pt-br/centrais-de-conteudo/28022018-portaria-n-38-institui-rp-pdf Acesso em: 05 set. 2023.

CORRADI, Daiana Katiúscia Santos. Investigações matemáticas. Revista da Educação Matemática, v. 1, 2011.

DE OLIVEIRA MELO, Pablo Charles; FERREIRA, Verônica Gitirana Gomes. A lousa digital no ensino de matemática: análise das interações docentes. Revista Brasileira de Informática na Educação, v. 22, n. 02, p. 109, 2014.

LEMES, Jean Carlos; MARCATTO, Flávia Sueli Fabiani. Uma análise dos Anais do encontro nacional de Educação Matemática sobre a utilização de jogos no ensino e aprendizagem da Matemática. Série Educar - Matemática. v.25, 2020.

PONTE, João Pedro da. Investigação sobre investigações matemáticas em Portugal. Investigar em educação, p. 93-169, 2003.

PONTE, João Pedro da et al. O trabalho do professor numa aula de investigação matemática. Quadrante, v. 7, n. 2, p. 41-70, 1998.

PORTOLAN Rafael, MARTÍN José. El diario del profesor: un recurso para la investigación en el aula. Sevilla: España 7ª edição, 1999.

Downloads

Publicado

2024-01-19

Edição

Seção

Ensaios e Relatos de Experiência