Análise de uma Proposta Interdisciplinar para o Ensino de Matemática: Contribuições da Modelagem Matemática

Autores

  • Lucilene Dal Medico Baerle Instituto Federal Catarinense
  • Daiana Colombo Figueredo Instituto Federal Catarinense
  • Jose de Pinho Alves Filho Universidade Federal da Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.21166/ctp.v3i4.2754

Palavras-chave:

Modelagem Matemática, Interdisciplinaridade, Integração, Aprendizagem

Resumo

Este artigo foi produzido a partir de um estudo com o objetivo de analisar uma proposta de trabalho interdisciplinar, aplicada por uma professora de matemática de uma Escola Pública Federal de Santa Catarina. A referida proposta envolveu as áreas de matemática, artes e arquitetura e foi executada em turmas concluintes dos Cursos Técnicos Integrados em Agropecuária, Eletroeletrônica e Informática. Através da metodologia da Modelagem Matemática foi possível integrar os conhecimentos com outras áreas, promovendo a aprendizagem dos conteúdos, a contextualização dos saberes, a articulação entre teoria e prática e a participação ativa dos estudantes. Considerou-se que a interdisciplinaridade ainda poderia ser aprofundada, incluindo mais disciplinas, e aumento de participação dos demais docentes em cada uma das etapas da proposta. Para o desenvolvimento do trabalho, baseou-se nos passos de Biembengut e Hein (2011), que são: 1. Interação – reconhecimento da situação-problema e familiarização com o assunto a ser modelado (referencial teórico); 2. Matematização – formulação do problema (hipótese) e resolução do problema em termos do modelo; 3. Modelo matemático – interpretação da solução e validação do modelo (avaliação). Desse modo, possibilitou-se que os conteúdos de Matemática fossem trabalhados de forma motivacional com suas aplicações na vida real, identificando os elementos da geometria, do cálculo matemático e dos procedimentos necessários na construção civil. Como resultado, houve a ocorrência de uma aprendizagem mais atraente, que propiciou aos alunos relacionar os conceitos de geometria aprendidos em sala de aula aliados à prática criativa, desenvolver o pensamento crítico e reflexivo e obter experiência estética.

Biografia do Autor

Lucilene Dal Medico Baerle, Instituto Federal Catarinense

Doutoranda em Educação Científica e Tecnológica – PPGECT/UFSC-SC

Docente de Matemática do Ensino Básico Técnico e Tecnológico no Instituto Federal Catarinense - Campus Videira.

Jose de Pinho Alves Filho, Universidade Federal da Santa Catarina

Pós-Doutor na Universidade de Aveiro/Portugal

Doutor em Educação em Ensino de Ciências Naturais - PPGECT/UFSC-SC

Professor Voluntário no Programa de Pós-Graduação em Educação Científica e Tecnológica - PPGECT/UFSC-SC

Referências

ALMEIDA, L. W.; SILVA, K. P.; VERTUAN, R. E. Modelagem Matemática na educação básica. São Paulo: Contexto, 2012. 157 p.

AVILA, L. A. B. et al. A interdisciplinaridade na Escola: dificuldades e desafios no ensino de ciências e matemática. Revista Signos, Lajeado, ano 38, n. 1, 2017.

BARBOSA, J. C. Modelagem na Educação Matemática: contribuições para o debate teórico. In: REUNIÃO ANUAL DA ANPED, 24., 2001, Caxambu. Anais... Caxambu: ANPED, 2001. 1 CDROM

BASSANEZI, R.C. Ensino-Aprendizagem com modelagem matemática: uma nova estratégia. 3 ed. 3ª reimpressão. São Paulo: Contexto, 2011. 389 p.

BIEMBENGUT, M.S. 30 anos de Modelagem Matemática na Educação Brasileira: das propostas primeiras às propostas atuais. Alexandria Revista de Educação em Ciência e Tecnologia, v.2, n.2, p. 7-32, jul. 2009.

BIEMBENGUT, Maria Salett; HIEN, Nelson. Modelagem Matemática para o Ensino. 5 ed. São Paulo: Contexto, 2011, 148 p.

BURAK, D.; BARBIERI, D.D. Modelagem Matemática e suas implicações para a Aprendizagem Significativa. In: IV Conferência Nacional sobre Modelagem e Educação Matemática, 2005. Feira de Santana – BA. Conferência Nacional sobre Modelagem e Educação Matemática. Feira de Santana: UEFS, 2005.

BURAK, D. SOISTAK, A. V. F. O conhecimento matemático elaborado via metodologia alternativa da modelagem matemática. In: III CONGRESSO INTERNACIONAL DE ENSINO DA MATEMÁTICA, 2005, Canoas, RS. Anais ... Canoas: ULBRA, 2005.

CARGNIN-STIELER, Marinez. Compreensão de conceitos de matemática e estatística na perspectiva da modelagem matemática: caminhos para uma aprendizagem significativa e contextualizada no ensino superior. [Dissertação], Universidade Franciscana Santa Maria - RS, 2007. 175 p.

CARGNIN-STIELER, Marinez; BISOGNIN, Vanilde. Contribuições da metodologia da modelagem de formação de professores. Revista Iberoamericana de Educación. n.º 49/3 – 25 de abril de 2009.

FAZENDA, I. Integração e interdisciplinaridade no ensino brasileiro: efetividade ou ideologia. 5. ed. São Paulo: Loyola, 2011.

FIORENTINI, D. Estudo de algumas tentativas pioneiras de pesquisa sobre o uso da modelagem matemática no ensino. IN: ICME, n. 8, Sevilha, 1996.

FAVARÃO, N. R. L.; ARAÚJO. C. S. A. Importância da Interdisciplinaridade no Ensino Superior. EDUCERE 2004; 2(4): 103-15.

FOUREZ, G. A construção das Ciências: introdução à filosofia e à ética das ciências. São Paulo: Editora da Universidade Estadual Paulista, 1995.

JAPIASSU, H. Interdisciplinaridade e patologia do saber. Rio de Janeiro, Imago, 1976.

LÜCK, H. Pedagogia interdisciplinar: fundamentos teóricos-metodológicos. 10. Ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2002.

MAGNUS, Maria Carolina Machado. Modelagem matemática em sala de aula: principais obstáculos e dificuldades em sua implementação. [Dissertação] PPGETC, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis - SC, 2012. 121 p.

MASSCHMANN, F. O. A aprendizagem significativa como suporte para interdisciplinaridade no ensino de Ciências da Natureza. Trabalho de Conclusão de Curso - Licenciatura em Educação do Campo com Habilitação em Ciências da Natureza, UFRGS, 2018.

MASETT0, Marcos Tarciso. Atividades pedagógicas no cotidiano da sala de aula universitária: Reflexões e sugestões práticas. In: CASTANHO, Sergio e CASTANHO, Maria Eugênica (orgs): Temas e textos em metodologia do ensino superior. Campinas: 2001, Papirus.

MEDICO, Lucilene Dal; OLIVEIRA, A. V.; GAIO, C.. Modelagem Matemática no Ensino Envolvendo Geometria e a Construção Civil. In: Feira de Iniciação Científica e Extensão - FICE, 4, Videira, 2015. Anais... Videira: 2015.

OLIZAME, D. M.; ROCHA FILHO, J. B. As dificuldades docentes em desenvolver práticas interdisciplinares no ensino de Ciências e Matemática. Acta Scientiae Canoas, v.18, n.1, p.239-249, jan./abr. 2016.

SETTI, E. J. K. Modelagem matemática no ensino médio técnico integrado em informática - desafios e possibilidades na efetivação de um trabalho interdisciplinar. In: XX EBRAPEM - Encontro Brasileiro de Estudantes de Pós-Graduação em Educação Matemática, Curitiba, 2016. Anais... Curitiba: 2016.

SKOVSMOSE, O. Cenário de investigação. Bolema - Boletim de Educação Matemática, Rio Claro, n. 14, p. 66-91, 2000.

Downloads

Publicado

2022-07-09

Edição

Seção

Ensaios e Relatos de Experiência