Literatura e leitura literária: agentes transformadores de vidas em uma comunidade atendida pelo Centro de Referência de Assistência Social

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21166/rext.v7i14.1250

Palavras-chave:

Extensão, Literatura , Instituto Federal Catarinense , Comunicação

Resumo

O presente artigo apresenta os resultados da ação extensionista “Círculos de Leitura e Centro de Referência de Assistência Social– transformação e literatura”, realizada em 2019 e promovida pelo Instituto Federal Catarinense – Campus São Bento do Sul com o intuito de colocar em prática uma das principais missões que o Instituto Federal Catarinense possui, que é  promover a cultura, em nosso caso o gosto pela literatura, dentro da comunidade em que está inserido. O projeto atendeu jovens entre 10 e 13 anos, assistidos pelo Centro de Referência de Assistência Social, em encontros quinzenais visando estimular a leitura literária. Mesmo possuindo enfoque prático, toda a ação foi realizada a partir de embasamentos teóricos que estimulassem a comunicação e novas estratégias de leitura, assim como auxiliassem as crianças e os adolescentes a lançarem mão da literatura como uma possibilidade de autoconhecimento. A partir das estratégias aplicadas para desenvolver o hábito de leitura literária, observou-se, no decorrer dos encontros, um envolvimento maior dos participantes e um aprimoramento nas leituras e nas interpretações, além da ampliação da visão e do conhecimento de mundo, manifestados nas atividades propostas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Média e Tecnológica. Orientações Curriculares para o Ensino Médio: Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias. Brasília: Secretaria de Educação Média e Tecnológica/MEC, 2006.

BRASIL. Ministério do Desenvolvimento Social. Secretaria Nacional de Assistência Social. Orientações Técnicas Centro de Referência de Assistência Social – Cras. Brasília: Secretaria Nacional de Assistência Social/MDS, 2009.

BRASIL. Ministério do Desenvolvimento Social. Secretaria Nacional de Assistência Social. Censo Suas 2016 aponta aumento no número de Cras no país: as informações da pesquisa são fundamentais para aperfeiçoar o atendimento à população e a gestão da política de assistência social. Brasília: Secretaria Nacional de Assistência Social/MDS, 2017. Disponível em: http://mds.gov.br/area-de-imprensa/noticias/2017/abril/censo-suas-2016-aponta-aumento-no-numero-de-cras-no-pais. Acesso em: 6 fev. 2020.

COSSON, Rildo. Letramento literário: teoria e prática. 2. ed. 4ª reimpressão. São Paulo: Contexto, 2014.

COSSON, Rildo. Círculos de leitura e letramento literário. 2ª reimpressão. São Paulo: Contexto, 2018.

FREIRE, Paulo. Extensão ou comunicação? 7. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1983.

FREIRE, Paulo. A importância do ato de ler: em três artigos que se completam. São Paulo: Cortez, 1989.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Pesquisa nacional de saúde 2013: percepção do estado de saúde, estilos de vida e doenças crônicas. Brasil, grandes regiões, unidades da federação, municípios das capitais e Distrito Federal. Rio de Janeiro: IBGE, 2014. 181 p. Disponível em: https://biblioteca.ibge.gov.br/index.php/biblioteca-catalogo?view=detalhes&id=291110. Acesso em: 6 fev. 2020.

PACHECO, Eliezer. Institutos Federais: uma revolução na educação profissional e tecnológica. São Paulo: Moderna, 2011.

SANTOS, Wérleson Alexandre de Lima. O bibliotecário como mediador cultural, a leitura literária e a biblioterapia no tratamento da depressão. 2018. 72 f. TCC (Graduação em Biblioteconomia) – Curso de Biblioteconomia, Departamento de Ciência da Informação, Centro de Artes e Comunicação, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2018.

Downloads

Publicado

21-12-2020

Como Citar

CARDOSO DE FARIA E CUSTÓDIO, R.; PEREIRA VILLELA, A. P. . Literatura e leitura literária: agentes transformadores de vidas em uma comunidade atendida pelo Centro de Referência de Assistência Social. Extensão Tecnológica: Revista de Extensão do Instituto Federal Catarinense, Blumenau, v. 7, n. 14, p. 108–121, 2020. DOI: 10.21166/rext.v7i14.1250. Disponível em: https://publicacoes.ifc.edu.br/index.php/RevExt/article/view/1250. Acesso em: 31 jul. 2021.

Edição

Seção

Relatos de Experiência