DOENÇAS CARDIOVASCULARES: AUMENTO DAS DOENÇAS CARDIOVASCULARES APÓS A COVID-19: CAUSAS E POSSÍVEIS SOLUÇÕES

Autores

  • Paola Lais Martins IFC - Campus Blumenau
  • Leandro Kislikoski Matioli Nunes IFC - Campus Blumenau
  • Isabelly Sandri IFC - Campus Blumenau
  • Julian Flores da Silva IFC - Campus Blumenau
  • Fellipe Otávio Tomaz IFC - Campus Blumenau
  • Leila de Sena Cavalcante IFC - Campus Blumenau
  • Andrey Monteiro Borges IFC - Campus Blumenau

Resumo

No contexto da pandemia de COVID-19, observou-se um preocupante aumento das doenças
cardiovasculares, tanto devido ao impacto direto do vírus quanto à ampliação das incidências cardíacas.
Para enfrentar essa situação, é fundamental destacar a importância de incentivar práticas saudáveis, como
exercícios físicos regulares e uma alimentação balanceada, mesmo no ambiente doméstico. Este trabalho,
que teve como objetivo principal abordar tal assunto, contou com uma metodologia de pesquisa focada no
impacto das doenças cardiovasculares durante a pandemia COVID-19. Inicialmente, foi definido o escopo
da pesquisa, explorando fatores como incidência, diagnóstico e tratamento. Utilizou-se palavras-chave
relevantes para buscar fontes em bases de dados como PubMed e Scopus. Após triagem, selecionou-se
estudos alinhados com critérios de relevância e qualidade. Ao analisar essas fontes, identificou-se
padrões, avaliou-se metodologias e se documentou todo o processo para garantir a transparência. A
imposição de medidas de isolamento social e o fechamento temporário de instalações esportivas
resultaram em um aumento do sedentarismo. Isso contribuiu para o surgimento de problemas como
obesidade, hipertensão e níveis elevados de colesterol, fatores de risco significativos para doenças
cardiovasculares. O estudo destaca a necessidade de lançar campanhas de conscientização que promovam
a importância da atividade física e ofereçam recursos online para auxiliar as pessoas a manterem hábitos
saudáveis durante a pandemia. Além disso, é crucial garantir cuidados contínuos aos pacientes cardíacos.
Acesso ininterrupto a tratamentos e medicamentos é fundamental para evitar complicações e
agravamentos dessas condições, especialmente após a pandemia. O atraso no diagnóstico e a negligência
nos cuidados podem acentuar a urgência de expandir os serviços de saúde de maneira segura e eficaz.
Nesse sentido, esse estudo enfatiza uma abordagem holística que vai além da prevenção e do tratamento
convencionais. Ele conclama à colaboração multidisciplinar para identificar os determinantes sociais das
doenças cardiovasculares. Reconhece que fatores socioculturais desempenham um papel crucial nas
escolhas de estilo de vida e no acesso aos cuidados de saúde e, portanto, propõe estratégias adaptadas a
diversas realidades. A conexão entre tecnologia e saúde também é destacada. O aumento das ferramentas
tecnológicas pode ser aproveitado para promover a atividade física, fornecer orientações nutricionais e
oferecer monitoramento remoto para pacientes cardíacos. Isso pode ajudar a manter a saúde
cardiovascular em meio às restrições da pandemia. Enfim, esse trabalho salienta a necessidade urgente de
abordar o aumento das doenças cardiovasculares durante a pandemia de COVID-19. Ele aponta para a
importância de promover hábitos saudáveis, garantir o acesso contínuo aos cuidados cardíacos e adotar
estratégias holísticas que considerem fatores socioculturais. Através da colaboração multidisciplinar e do
uso inteligente da tecnologia, é possível mitigar os impactos negativos e construir uma base sólida para a
saúde cardiovascular da população.

Downloads

Publicado

2023-11-28

Como Citar

Martins, P. L., Nunes, L. K. M., Sandri, I., Silva, J. F. da, Tomaz, F. O., Cavalcante, L. de S., & Borges, A. M. (2023). DOENÇAS CARDIOVASCULARES: AUMENTO DAS DOENÇAS CARDIOVASCULARES APÓS A COVID-19: CAUSAS E POSSÍVEIS SOLUÇÕES. Anais Da Mostra De Ensino, Pesquisa, Extensão E Cidadania (MEPEC) - ISSN 2596-0954, 5. Recuperado de https://publicacoes.ifc.edu.br/index.php/MEPEC/article/view/4833