PODAS DE CONDUÇÃO NA MODULAÇÃO DO DESENVOLVIMENTO DO TOMATEIRO VISANDO O ESCAPE DE FATORES ADVERSOS À PRODUÇÃO SUSTENTÁVEL: FATOR GENÉTICO

  • Daniel da Rosa Farias
  • Kauan Felipe Ivanchuk
  • Alexandre Kerpel dos Santos
  • Norton Pizzi Manassi
  • Fabricio Moreira Sobreira
Palavras-chave: Tomaticultura; Podas; Escape.

Resumo

O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de podas apicais e modos de condução das plantas na precocidade e qualidade dos primeiros frutos de duas cultivares de tomate tipo salada. Utilizou-se o delineamento em blocos casualizados, sob esquema fatorial 2x9, duas cultivares e nove modos de condução. Não houve interação entre os fatores, discutiu-se o fator genético. As cultivares diferiram na precocidade para colheita apenas dos dois primeiros frutos. A Itaipu mostra-se mais precoce, enquanto a Lezaforta produz frutos com maior altura e peso.

Publicado
2019-12-05