CULTIVO DO MACROBRACHIUM AMAZONICUM EM SISTEMA BIOFLOCO

  • Larissa STOCKHAUSEN
  • Marina Oliveira PEREIRA
  • Julio Cesar Bailer RODHERMEL
  • Laura Rafael da SILVA
  • Luis Sérgio MOREIRA
  • Jaqueline Inês Alves ANDRADE
  • Adolfo JATOBÁ
Palavras-chave: BFT, Macrobrachium amazonicum , aquicultura

Resumo

O objetivo deste trabalho foi avaliar o uso da tecnologia de bioflocos para criar camarão do rio Amazonas ( Macrobrachium amazonicum ). Cem camarões amazônicos foram divididos em duas unidades experimentais, 50 animais por cada. Os camarões foram alimentados duas vezes por dia, com 3% da biomassa. Os camarões apresentaram 77,67%, de sobrevivência, 2,98 de conversão alimentar médio, ganho em peso semanal de 0,29 g dia 1 , e produtividade de 822,0 g m 3 , após seis semanas de criação. Concluindo, é possível utilizar o BFT para manter e criar o camarão amazônico ( M. amazonicum ), no entanto, para melhor d esempenho é necessário definir requisitos nutricionais.

Publicado
2019-10-09