INFLUÊNCIA DA TEMPERATURA E HORAS DE MOLHAMENTO FOLIAR NA SEVERIDADE DA QUEIMA BACTERIANA DO ALHO

  • Débora FÜCHTER
  • Leandro Luiz MARCUZZO
Palavras-chave: Allium sativum; Epidemiologia; Pseudomonas marginalis pv. marginalis.

Resumo

O comportamento da queima do alho causado por Pseudomonas marginalis pv. marginalis em função da temperatura e horas de molhamento foliar desconhecido. Mediante a isso, esse trabalho teve como objetivo avaliar no cultivar Chonan a influência da doença nas temperaturas de 10, 15, 20, 25 e 30◦C e molhamento foliar continuo de 6, 12, 24 e 48 horas. A progressão da doença foi calculada através da regressão linear ou polinomial de 2º grau após 14 dias da inoculação. Conclui-se que a doença se desenvolve melhor a 20C◦ com 48 horas de molhamento foliar.

Publicado
2019-10-09