PROGRESSO TEMPORAL DA CERCOSPORIOSE DA BETERRABA EM FUNÇÃO DA FLUTUAÇÃO E DEPOSIÇÃO DE ESPOROS DE Cercospora beticola

Autores

  • Sheila Chaiana HARBS
  • Leandro Luiz MARCUZZO
  • Marcio RAMPELOTTI

Palavras-chave:

Cercospora beticola; esporos; progressão

Resumo

A cercosporiose é principal doença da cultura da beterraba e como desconhece-se o comportamento do progresso temporal em função da flutuação e deposição de esporos de Cercospora beticola, o presente trabalho vem com o objetivo de suprir esta lacuna dentro do manejo integrado de doenças da cultura na região do Alto Vale do Itajaí. Sementes de cultivar Boro foram semeadas em área experimental contendo quatro repetições com 20 plantas avaliadas em cada repetição. Semanalmente avaliou-se a flutuação e deposição de esporos em laboratório, sobre microscópio ótico (400x), quantificou-se o número de esporos coletados e observou-se que a doença aumenta gradativamente ao longo do ciclo da cultura. Com destaque nas semanas finais, onde ela continua a progredir em ritmo não tanto acentuado, com evolução lenta e gradual, chegando ao fim com 10,90% de severidade.

Publicado

2019-10-08