INCORPORAÇÃO DA ENZIMA β-GALACTOSIDASE (E.E. 3.2.1.23) EM MATRIZ POLIMÉRICA DE ÁGAR

  • Beatriz Cristina de Oliveira Vieira
  • Jefferson Marcolino Schmoeller
  • André Luis Fachini de Souza
Palavras-chave: β-galactosidase; imobilização; enzima.

Resumo

Este trabalho buscou encontrar uma alternativa à produção de produtos sem lactose pela imobilização da enzima β-galactosidase (E.C. 3.2.1.23) comercial (Lactaid ® ) em suporte sólido de ágar para reaproveitamento da enzima em outros substratos até sua inativação. As enzimas dos comprimidos imobilizadas em ágar foram avaliadas quanto à sua atividade catalítica, assim como o tempo de
estabilidade, em uma perspectiva de utilização contínua da enzima imobilizada perante 5 mL de solução de lactose 0,006 mol.L -1 . Ao final do trabalho foi observado que a enzima alcança sua atividade máxima em cerca de 7 minutos e mantém sua estabilidade por 6 dias se guardada e refrigerada a 6 ºC.

Publicado
2020-01-08