Análide da temperatura superficial terrestre no municipio de São José - SC a partir de imagens Landsat 8

  • Rafaelle Fraga De Santis Instituto Federal de Santa Catarina
  • Cleiton Regodzinski Discinte do Mestrado em Clima e Ambiente – IFSC
Palavras-chave: Microclima, Sensoriamento Remoto, Clima urbano, Imagem Infravermelha Termal

Resumo

A urbanização e o crescimento das cidades formando conglomerados de edificações causam efeitos que podem ser sentidos pela população no ambiente que vivem e alteram as condições do local, principalmente a temperatura. O objetivo deste
artigo é localizar essas variações, identificando quais partes do ambiente terrestre estudado possuem as maiores variações, como causa direta da urbanização e usando de técnicas de sensoriamento remoto com o uso de algoritmos para obtenção de temperatura da superfície horizontal na faixa infravermelho termal do sensor landsat-8, banda 10. Com esses cálculos é possível localizar as maiores diferenças de temperatura de superfície em diferentes substratos e a influência da vegetação terrestre sob a temperatura da superfície. Essas técnicas, somadas a outras existentes, auxiliam a melhor compreensão dos efeitos antropogênicos nas condições de microclima e seus efeitos.
Assim sendo, o estudo conseguiu definir como cada substrato influencia na temperatura da superfície e sua distribuição em diferentes pontos da área estudada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.generic.paperbuzz.metrics##

Carregando Métricas ...
Publicado
2019-09-29
Como Citar
Fraga De Santis, R., & Regodzinski, C. (2019). Análide da temperatura superficial terrestre no municipio de São José - SC a partir de imagens Landsat 8. Metodologias E Aprendizado , 1, 12 - 16. https://doi.org/10.21166/metapre.v1i0.642