Metodologias no RStudio para Bom Governo e Boa Governança Uma Abordagem Inter/Transdisciplinar?

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Wellington Migliari

Resumo

O presente artigo tem como objetivo a produção de mapas aplicados a estudos de governança com o auxílio da linguagem de programação em R. Escrevemos um código que pode ser usado perfeitamente para outras representações gráficas relacionadas à criação de cartografias, geoprocessamento e modelos estatísticos. O debate proposto indica quão importante são os modelos visuais, uma vez que é relevante em diferentes campos do conhecimento como ciência política, políticas públicas, direito, história, biologia, saúde pública, medicina e planejamento urbano entre outros. É também um convite à análise quantitativa para estudos de governança, já que muitas formas de pesquisa sobre o tema ocorrem sem muito suporte de imagens ou interfaces geográficas. Quanto à pesquisa inter/transdisciplinar, ressaltamos o fato de que a produção da pesquisa aplicada está intimamente relacionada a distintos atores, perspectivas e saberes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.generic.paperbuzz.metrics##

Carregando Métricas ...

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
Migliari, W. (2020). Metodologias no RStudio para Bom Governo e Boa Governança: Uma Abordagem Inter/Transdisciplinar?. Metodologias E Aprendizado , 3, 150 - 158. https://doi.org/10.21166/metapre.v3i0.1338
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Wellington Migliari, Universitat de Barcelona/Institut de Recerca TransJus

PhD in Law and Political Science, Faculty of Law, University of Barcelona (Spain). Master in International Studies, Faculty of Law, University of Barcelona. Bachelor's Degree in International Relations, Institute of International Relations, University of São Paulo (Brazil).

Referências

ADLER, J. R in A Nutshell. Sebastopol: O’Reilly, 2016.

BERNSTEIN, J. H. Transdisciplinarity: a review of its origins, development, and current issues. Journal of Research Practice, v. 11, n. 1, p. 1-16, 2015.

CHALMERS, A. F. What Is This Thing Called Science?. Cambridge: Hackett Pub Co Inc, 2013.

FERRACINI, R.; NAVES, W.; ALVES, R. . Geografia do COVID-19 no Território Tocantinense. Metodologias e Aprendizado, v. 3, p. 40 - 43, 8 jun. 2020. https://doi.org/10.21166/metapre.v3i0.1236

FISHER, F. Participatory Governance: from Theory to Practice. In: The Oxford Handbook of Governance. Oxford: Oxford University Press, 2012. p. 457-471

FRODEMAN, R., KLEIN, J. T., MITCHAM, C. The Oxford Handbook of Interdisciplinarity. Oxford: Oxford University Press, 2010.

IPEA. Governança Metropolitana no Brasil. Rio de Janeiro: IPEA, 2015.

KNAPP, B. et al., Ten simple rules for a successful cross-disciplinary collaboration”, PLoS Comput Biol, vol. 11, n. 4, p. 1-4, 2015.

KRZNARIC, R. Empathy and the art of living. Oxford: Blackbird, 2007.

LEVI-FAUR, D. (Org.). The Oxford Handbook of Governance. Oxford: Oxford University Press, 2012.

ROSENFIELD, P. L. The potential of transdisciplinary research for sustaining and extending linkages between the health and social sciences. Social Science and Medicine, v. 35, n. 11, p. 1343-1357, 1992.

ROSLING, H.; RÖNNLUND, A. R.; ROSLING, O. Factfulness: Ten Reasons We're Wrong About the World – and Why Things Are Better Than You Think. New York: Flatiron Books, 2018.