O Estágio Curricular como Fenômeno Extensionista: eficiência numa indústria de autopeças em Santa Catarina através da redução do tempo de setup numa máquina fresadora marca Lorenz®

Autores

  • illyushin ZAAK SARAIVA Instituto Federal Catarinense - Campus Luzerna
  • Eduardo BUTZEN Instituto Federal Catarinense - Campus Luzerna
  • Jessé de PELEGRIN Instituto Federal Catarinense - Campus Luzerna
  • Neimar BALAN Instituto Federal Catarinense - Campus Luzerna

DOI:

https://doi.org/10.21166/rext.v0i12.26

Resumo

Este artigo descreve projeto de melhoria cujo objetivo foi a redução do tempo de setup de uma máquina fresadora usada na produção de engrenagens de caixas de câmbio em uma indústria de autopeças na cidade Joaçaba – SC, fruto principal do estágio curricular do curso técnico em mecânica do IFC - Campus Luzerna. Entre 19/01/2015 e 24/04/2015 foi realizado um estudo descritivo e analítico da fábrica pesquisada, em quatro etapas, (1ª) análise pormenorizada dos processos de produção de engrenagens na fábrica; (2ª) estudo do funcionamento da máquina fresadora na produção destas engrenagens; (3ª) análise do processo de fresamento de engrenagens pela máquina estudada; (4ª) elaboração de um estudo completo dos tempos e movimentos do setup da máquina em produção. Obteve-se uma planilha pormenorizada de tempos e movimentos a partir da qual elaborou-se a proposta de redução do tempo de setup conforme Shingo (2000) adaptado por Souza (2009), e que consiste dos itens: (1) adoção de painel móvel (Checktable) para organização das ferramentas de setup; (2) indexação das engrenagens padronizadas utilizadas no cálculo das peças fabricadas; (3) utilização de grampos em “U” para fixação das engrenagens na fresadora; (4) separação de Setup Interno e Setup Externo; e (5) adoção do balanceamento do setup entre dois operadores. Conclui-se, a respeito do objetivo principal, que o mesmo foi atingido, já que foi possível reduzir-se em 38,6% o tempo médio de setup da máquina analisada, podendo o referido processo de melhoria servir de base para futuros estudos sobre o tema em indústrias similares no Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.generic.paperbuzz.metrics##

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

illyushin ZAAK SARAIVA, Instituto Federal Catarinense - Campus Luzerna

Professor do Ensino Básico, Técnico e Tecnoloógico

Especialista em Educação Empreendedora

Eduardo BUTZEN, Instituto Federal Catarinense - Campus Luzerna

Professor do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico

Especialista em Automação e Sistemas

Jessé de PELEGRIN, Instituto Federal Catarinense - Campus Luzerna

Professor do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico

Mestre em Engenharia Elétrica

Neimar BALAN, Instituto Federal Catarinense - Campus Luzerna

Estudante de Bacharelado em Engenharia Mecânica

Técnico em Mecânica

Referências

ABIPECS. Relatório para a Audiência Pública no Senado Federal. 2014. Disponível em: <http://www.senado.leg.br/comissoes/CRA/AP/AP20120712_Pedro_Neto.pdf.> Acesso em: 27 jan. 2015.

ABPA. Estatísticas da Produção e Exportação de Carne de Frango. 2014. Disponível em: <http://www.ubabef.com.br/estatisticas/frango/consumo_per_capita>. Acesso em: 27 jan. 2015.

ALMEIDA, M. Z. C. M. A Extensão Universitária: Uma terceira função. Tese de Mestrado, Faculdade de Educação, Unicamp: Campinas - SP, 1991.

AMMOC. Região da Ammoc e Sebrae reafirmam parceria em grandes projetos. 24 maio 2010. Disponível em: <http://ammoc.org.br/conteudo/?item=486&fa=1&cd=20940> Acesso em: 22 fev 2011.

BNDES. Os Arranjos Produtivos Locais no Estado de Santa Catarina: Mapeamento, metodologia de identificação e critérios de Seleção para políticas de apoio. Florianópolis: BNDES, 2010. 41 pp.

BRASIL. Decreto Nº 19.851, de 11 de abril de 1931 - Dispõe que o ensino superior no Brasil obedecerá, de preferência, ao sistema universitário. Rio de Janeiro : 1931. Disponível em: <http://legis.senado.leg.br/legislacao/ListaPublicacoes.action?id=40255&tipoDocumento=DEC&tipoTexto=PUB>. Acesso em 31 jul 2015.

BRASIL. Lei Nº 11.788, de 25 de setembro de 2008: Dispõe sobre o estágio de estudantes e dá outras providências. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2007-2010/2008/Lei/L11788.htm> Acesso em 25 jun 2016.

CATARINENSE. Sebrae apresenta resultados do projeto APL da Indústria Metal Mecânica. 03 jul. 2012. Disponível em: <http://www.radiocatarinense.com.br/novidades.php?id=1208&cat=4#pr> Acesso em 24 jan. 2015.

CORRÊA, H. L. Gestão de redes de suprimentos: integrando cadeias de suprimentos. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

FEIGENBAUM, A. V. Controle da qualidade total: gestão e sistemas. v.1, São Paulo: Makron Books, 1994.

FOGLIATTO, F. S.; FAGUNDES, P. R. M. Troca rápida de ferramentas: proposta metodológica e estudo de caso. Gestão e Produção, v.10, n. 2, p. 163-181, 2003.

GOULARTI FILHO, A. A formação econômica de Santa Catarina. Ensaios FEE, Porto Alegre, v. 23, n. 2, p. 977-1007, 2002. Disponível em: <http://revistas.fee.tche.br/index.php/ensaios/article/viewFile/2049/2431&gt>. Acesso em: 27 jan. 2015.

IPEA. Brasil em Desenvolvimento: Estado, planejamento e políticas públicas. Brasília : Ipea, 2010. 300 p. 3 v. : gráfs., mapas, tabs.

JEZINE, Edineide. As Práticas Curriculares e a Extensão Universitária. In: Anais do 2º Congresso Brasileiro de Extensão Universitária. Belo Horizonte – 12 a 15 de setembro de 2004. Disponível em: <https://www.ufmg.br/congrext/Gestao/Gestao12.pdf>. Acesso em 10 ago 2015.

MARDEGAN, R. et al. Estudo de caso de implementação de troca rápida de ferramenta em uma empresa metal mecânica. In: ENEGEP, 26., 9-11 out. 2006, Fortaleza. Anais...

MIGUEL, P. A. C (Coord.). Metodologia de pesquisa em engenharia de produção e gestão de operações. Rio de Janeiro: Elsevier, 2010.

SEBRAE/SC. (a) Santa Catarina em Números: Meio Oeste. Florianópolis: Sebrae/SC, 2013. 139 pp.

___________. (b) Santa Catarina em Números: Joaçaba. Florianópolis: Sebrae/SC, 2013. 117 pp.

___________. (c) Santa Catarina em Números: Herval d'Oeste. Florianópolis: Sebrae/SC, 2013. 132 pp.

SEBRAE/SC. (d) Santa Catarina em Números: Luzerna. Florianópolis: Sebrae/SC, 2013. 133 pp.

___________. Santa Catarina em Números: Joaçaba. Florianópolis: Sebrae/SC, 2010. 112 pp.

SHINGO, S. O Sistema Toyota de Produção: do ponto de vista da engenharia de produção. 2ª Edição. Porto Alegre: Bookman, 1996.

________. Sistema de Troca Rápida de Ferramenta: uma revolução nos sistemas produtivos. Porto Alegre: Bookman, 2000.

SOUZA, A. L. L. A História da Extensão Universitária. Campinas, SP: Ed. Alínea, 2000

SOUZA, R. V. B. Método para aplicação de técnicas de redução de tempos de setup como meio para aumento de produtividade em indústrias gráficas. 2009. 86 p. Trabalho de Conclusão de Curso (Engenharia de Produção) – USP, 2009.

WERNECK, M. A. F. et al. Nem tudo é estágio: contribuições para o debate. In: Ciência & Saúde Coletiva, 15(1):221-231, 2010.

Publicado

2020-01-31