INVESTIGAÇÃO DA CONDUTIVIDADE ELÉTRICA DO INTERIOR DA TERRA: UMA INTRODUÇÃO AO MÉTODO DE SONDAGEM GEOMAGNÉTICA PROFUNDA

Autores

  • Cassio Espindola Antunes IFC Campus Blumenau

Resumo

Métodos eletromagnéticos (EM) são sensíveis a materiais condutores que fazem parte da crosta terrestre. Tais condutores geralmente são associadas à existência de poros na rocha (condução eletrolítica) ou de minerais altamente condutores (especialmente grafita, condução eletrônica). Em profundidades típicas do manto, a condução elétrica deve-se à condições de interconexão entre minúsculos componentes das rochas, as quais podem conter minerais condutores (grafita, sulfetos) e material volátil. O acesso a esse tipo de informação é possível por meio de exploração de cavernas ou poços até no máximo algumas dezenas de quilômetros de profundidade em relação a superfície da Terra. Para grandes profundidades, de centenas até milhares de quilômetros, as propriedades e fenômenos que ocorrem podem ser investigados com métodos indiretos de sondagem. Este trabalho apresenta uma introdução e breve revisão sobre um método eletromagnético denominado sondagem geomagnética profunda ou GDS (Deep Geomagnetic Souding).

Publicado

2019-02-04

Edição

Seção

Comunicação Oral